sexta-feira, 15 de agosto de 2014

> American Authors < Você conhece?



 Olá gente, esta é a abertura de uma nova categoria aqui do blog como eu já prometi no post anterior. Bem, chega de enrolar!
 Qual o estilo musical de sua preferência? Funk? Rock? Sertanejo? Pagode? Metal? Kpop? Não importa! Eu acho que encontrei uma banda que agrada à praticamente todas as pessoas, até a minha mãe gostou haha’

Se chama American Authors, mas “de onde são?”, “Quem são?”, “Que tipo de música tocam?”, “Por que nunca ouvi falar neles se são tão bons?”
Os malucos são de New York city (<3)!! A banda é composta por quarto membros, Zac Barnett (vocal e guitarra), Dave Rublin (baixo), James Adam Shelley (guitarra e banjo) e Matt Sanchez (bacteria).

 Os caras se conheceram enquanto estudavam no Berklee College of Music, em 2007. Depois passaram seus primeiros cinco anos em Boston gravando e se apresentando pelo nome "The Blue Pages".


Eles gravaram o álbum "Anthropology and Rich With Love”. Em 2012, o grupo mudou seu nome para American Authours. Seu single de estreia, "Believer", atraiu atenção através de rádio de rock alternativo.
 Em 2013 lançaram o single "Best Day of My Life", que se tornou um hit nos Estados Unidos e em 2014 lançaram o álbum "Oh, What a Life".

Mas, se as músicas são boas e os caras transbordam carisma e talento... por que nunca ouvi falar? Número um: eles não são os homens mais lindos, então, aquelas posers que ‘gostam’ das bandas só por causa da aparência podem acabar desinteressadas; outro fator é que eles ainda estão começando, mas garanto que o material é de qualidade.


Os caras tocam num estilo Indie Rock, Rock Alternativo e Folk Rock (pretendo fazer um post explicando as diferenças das diferentes ramificações do rock). As músicas, ou seja, são um poço sem fim de animação. Confira aqui a minha playlist com os melhores hits dos meninos no YouTube!



1◦ Believer (foi a primeira música deles)

2◦ Love

3◦ Ghost

4◦ Heart of Stone

5◦ Luck

6◦ Oh, what a life

7◦ Best day of my life

8◦ Hit It

9◦ Think about it

10◦ Oh, what a life

11◦ Home

12◦ Keep me deaming



É isso gente, espero que eu tenha convencido vocês. Os moços são puro talento!

[E claro, lembro à vocês da nossa enquete (último gadget à esquerda) sobre o novo nome do blog. Por favor deixe aqui a sua sugestão ^^ Obrigada desde já. ]



By// Ana Bernardes


sábado, 9 de agosto de 2014

Novidades





Olá gente, uma vez recebi um e-mail de um garoto dizendo que eu deveria começar um canal no YouTube. Eu sempre pensei nisso, alias, se tudo der certo, eu vou provavelmente excluir o blog e ficar só no canal. Mas isso é um plano para o futuro que talvez demore uns 2 ou 3 anos, por isso, eu preciso saber de você, preciso do apoio de vocês.

Eu tenho mais de um ano de blog aqui e já mudei de nome duas vezes. E adivinhem? XD Vou mudar de novo! Mas agora é para valer gente.

Portanto eu deixei aqui na barra lateral no último gadget uma votação aberta (vão até dia 15 de Dezembro), eu gostaria de saber a sua opnião, qual nome você acha melhor? E se tiver alguma outra sugestão, deixe nos comentários. É muito importante para mim ^^
As opções são:
Bad Geek
Chá das Cinco
Drawing Forever
So, that's me
Garota de Pijama
Young, Wild and Free

O blog vai sofrer poucas alterações: cabeçalho, novas categorias, nome do blog e o link.

Obrigada pela atenção e estejam sempre atentos às novidades no blog. Novamente agradeço. Beijoos!!



By// Ana Bernardes


quinta-feira, 31 de julho de 2014

China ou Arábia?




Olá gente, antes de partir para a postagem propriamente dita, gostaria de desculpar meu sumiço, estive viajando, mas enfim, quem nunca viu os filmes da Disney do garoto Aladdim, que tem sua vida mudada depois de conhecer a filha do Sultão?
 Há quem diga que a versão original não é narrada na Arábia. Verdade? Sim! A história original passa-se na China! O título original é “Aladim e a lâmpada maravilhosa” onde o gênio é um ser monstruoso, nada cômico. Como no próprio conto diz “Quando a esfregou, eis que um gênio, de tamanho gigantesco e de aspecto horrível, apareceu à sua frente e disse com voz de trovão: (...)”
A versão dos Estúdios Disney encantam e divertem, tem sim uma bela história e foi muito bem feita tirando a idéia central da história e transformando-a em algo mais infantil que divertisse o publico com idade abaixo de dez anos.
No entanto, quando li a história original, me encantei por ela e passei a preferi-la. Tive acesso à este livro através da minha Escola, mas creio que se procurarem por “As Mil e Uma Noites Contos Selecionados” de Paulo Sérgio de Vasconcellos, talvez encontrem o livro para comprar ou ler virtualmente. Além do conto de Aladim, há também: “O pescador e o gênio”, “Ali Babá e os 40 ladrões” e “Aventuras de Simbad, o marujo”.


As histórias se passam na Pérsia, na China e Bagdá, busque e tente descobrir mais, você vai se surpreender com As Mil e Uma Noites que Xerazad passou com o sultão, Xariar, contando histórias para viver!

By// A. B. Bernardes

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Livros X Filmes

Olá gente, estou aqui para falar sobre livros que viraram filmes. Muita gente critica os produtores por não seguirem tudo EXATAMENTE como o livro descreve, é a cor de olhos ou cabelo diferente, o nome de um cidade diferente, nome de personagens, eventos a mais ou a menos, vestuário inadequado. Seja o que for, sempre há alguma coisinha. Mas veja lá, você demora (supondo) uma semana para ler o livro e quer que eles retratem a mesma história em duas horas? Então vamos buscar ser mais compreensivos haha'
 Por exemplo, eu li A Última Música (Nicholas Sparks) e alguns dias posteriormente eu assisti ao filme. Fiquei revoltada com MUITAS coisas que não apareciam no filme e que ajudariam um pouco na compreensão geral.

Filme

Livro
Mas tudo bem, superei! Mas tem um que eu não superei e nunca vou fazê-lo. A série Diários do Vampiros (L. J. Smith). Eu comecei vendo a série. Assisti quase a primeira temporada inteira até descobrir que existia os livros. Quando soube eu logo tratei de comprar toda a coleção, são sete livros ao todo, então parei de assistir a série e dediquei-me aos livros, mas tive MUITAS surpresas, é muita diferença, há poucas semelhanças, quem já leu E assistiu sabe do que eu estou falando, chega a ser um pouco revoltante!
Seriado (temporada 5)

Livros

Mas, vocês sabiam que pode ser o contrário? O livro não ser tão bom e o filme ou série ser melhor?
É o que acontece com Coraline.
Curta metragem

Livro
Eu vi o filme dirigido pelo meu amado diretor Tim Burton e há pouco eu li o livro de Neil Gaiman. Eu não posso dizer que não gostei do livro, fiz até uma resenha, mas esperava mais, já que Tim conseguiu fazer um dos melhores filmes que eu já vi *--*

Bom, eu fico por aqui, e pensei no que falei: há coisas que REALMENTE poderiam ser postas, mas paciência é algo que todos devemos ter um pouco. Deixe nos comentários a sua revolta com esses produtores de filmes haha' Um brande abraço a todos!!

By//A. B. Bernardes